Antes de começar a escrever acerca, quero desde já desejar muita força aos familiares das vítimas mortais registadas pela pandemia covid-19, causada pelo novo coronavírus. De coração vos dirijo estas primeiras palavras.

Peço desde já a frontalidade com que vou escrever algumas palavras neste artigo, mas é a pura realidade.

"Vamos ficar todos bem" penso que será uma frase de positivismo e de esperança e talvez o intuito de quem a criou seja para a união de todos, o que já se faz necessário há muito. Em parte sim, temos milhares de pessoas que faleceram com esta pandemia e familiares a sofrer com as suas perdas, aos quais devo todo o meu respeito.

Peço desculpa pela frontalidade pois acho que quase todos já perdemos entes queridos, muitos de nós já enfrentaram doenças terminais, casos onde nos sentimos impotentes para os resolver. A morte é a única coisa certa que temos nesta tão pequena vida. Com ou sem uma pandemia, iremos ter de lidar com a morte, sofrer com ela e sofrer também com as perdas. Não estou a ser fria, para alguns posso até parecer, mas simplesmente estou a ser realista.

A economia vai descer? Vai. E de quem é a culpa? Do ser humano. Simples e unicamente do ser humano. Por conta do ser humano é que o nosso planeta chegou ao estado deplorável que chegou. A Terra, nosso planeta, deu-nos inúmeros avisos, os quais muitos de nós desvalorizámos.

O ser humano tem de mudar

Quantas pessoas, e não vale a pena mentir, já proferiram várias frases tais como: "Quando isto tudo acabar vou logo ao cabeleireiro, fazer as unhas, ir a um spa, tirar umas férias". Quantas? Estas frases são meros exemplos no meio de tantos que poderia estar a enumerar aqui.

Continuamos a pensar de forma egoísta, egocêntrica. A ganância, o ódio e a vaidade prevalecem no meio de tanta coisa e é isto que não pode continuar. Está na altura de abrir os olhos! Quantas vezes teve a oportunidade de visitar ou ajudar aquele ente querido, amigo ou vizinho porque tinha coisas mais importantes para fazer?

Pois é, a vida é curta e por vezes já é tarde demais.

O ser humano é mais rápido a criar armas nucleares, guerras que para mais nada servem do que preencher um ego e uma ganância cega. A industria animal é das coisas que mais me entristece.... Tudo isto para quê? Já pensaram nisto? A poluição dos mares, cada vez mais catastrófica... e a culpa é de quem? Pois... A culpa de tudo isto é do ser humano. Por causa do ser humano a Terra está esgotada e a ficar sem recursos!

Se me perguntarem se o ser humano irá aprender com tudo isto a minha resposta é com toda a certeza que não. A ganância, a vaidade, o egocentrismo, a intolerância, etc. depois desta quarentena acabar, vai-se espalhar de forma tão ou mais rápida que este vírus.

Na altura onde só nos preocupávamos com o nosso ego, onde estava a nossa preocupação? A realidade é dura e crua e está a ser um abre-olhos como nunca vi e que a maioria teima em tê-los fechados.

A Terra está doente e o planeta precisa de ajuda

Se este vírus falasse o que ele teria para nos dizer? Acho que numa simples palavra era CHEGA. Em geral, comemos porcarias cheias de químicos, respiramos porcaria, etc. Desde que o vírus apareceu, os níveis de CO2 diminuíram significativamente, os animais começaram a andar mais livremente, as águas estão mais limpas. Não digam que com o nosso planeta bem, nós não estaremos bem. Estaremos bem sim.

Vamos reflectir um pouco sobre esta situação actual que nos atinge a todos e vamos dar mais valor à família, ao cheiro do mar, das matas e de tudo o que a Natureza nos oferece.

Vamos aprender com os animais que tantos abandonam... Porque será que os animais não estão a ser alvos desta pandemia? Vale e pena pensar nisto. Este vírus não é o inimigo e sim a resposta que muitos ainda não aceitaram. É sem dúvida mais fácil culpar um vírus do que a nós próprios.

Vale a pena pensar nisto! e já agora, se não ficarmos todos bem, a culpa não deixará de ser do ser humano.

Não perca a nossa página no Facebook!