Anúncio
Anúncio

Cerca de 100 pessoas provenientes da região da Covilhã, cidade onde José Sócrates viveu toda a sua infância e adolescência, vão marcar presença no Estabelecimento Prisional de Évora (EPE), este domingo, dia 25, num acto solidário para com o antigo primeiro-ministro de Portugal. A iniciativa está a ser organizada por José António Pinho, empresário covilhanense, e está agendada para as 15h. Recorde-se que José Sócrates recebeu a Chave da Cidade e a Medalha de Ouro de Mérito Municipal, numa cerimónia que decorreu no passado dia 20 de Outubro, na Covilhã. Sensivelmente um mês depois, o ex-secretário geral do Partido Socialista viria a ser detido de forma preventiva, por indícios de crimes de corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.

Anúncio

O promotor desta acção solidária é "amigo de longa data" do antigo governante português e define a iniciativa como sendo "uma onda de solidariedade, absolutamente apartidária, pacífica e respeitadora". Em declarações à Agência Lusa, José António Pinho salientou ainda que a ida a Évora de várias dezenas de pessoas acontece porque "somos duma região que muito deve a José Sócrates e porque queremos manifestar-lhe a nossa solidariedade e dar-lhe o nosso abraço fraterno e sincero". De acordo com o empresário, cada um dos intervenientes desta acção desembolsará do seu bolso 12 euros para pagar o bilhete de autocarro. Até ao momento já estão cheios dois autocarros, mas José António Pinho já informou que há possibilidade de alugar um terceiro.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Nas palavras do promotor, a manifestação deve ser pautada pelo "silêncio" e "sem bandeiras" de qualquer partido. Ainda que a mesma não pretenda ser contra o sistema judicial, José António Pinho criticou, na qualidade de cidadão, o facto de José Sócrates estar detido há dois meses "sem provas e culpa formada". O organizador salientou ainda que já recebeu luz verde do director do EPE para entrar na cadeia para visitar o antigo primeiro-ministro e transmitir-lhe as mensagens dos restantes elementos da comitiva.

Mário Soares visita José Sócrates pela terceira vez

Depois da correspondência trocada entre ambos em dezembro, Mário Soares, histórico socialista, deslocou-se esta quarta-feira ao EPE para se encontrar com José Sócrates pela terceira vez.

Anúncio

À saída do estabelecimento prisional, o antigo chefe de Estado sublinhou que Sócrates é "um preso político", na medida em que "dois meses preso sem nunca ir a um Tribunal é muito, muito estranho".