Anúncio
Anúncio

Desapareceu hoje, 25 de Abril, por volta das 17h30, um pescador, depois de ver o seu bote virado no açude da barragem Dona Sílvia, em Foros de Almada, concelho de Benavente, a cerca de 50 quilómetros de Lisboa. Segundo declarações recolhidas junto ao local do Desaparecimento, o pescador aparentava ter cerca de 40 anos, e seria alegadamente de nacionalidade moldava. Ao que tudo indica terá tido problemas com o bote de borracha onde seguia, que acabou virado. Alguns dos pescadores que se encontravam no mesmo açude terão tentado verificar se o pescador se encontrava debaixo do bote, mas acabaram por não o encontrar. Os pescadores chamaram o INEM, que se apresentou no local, em conjunto com a corporação dos Bombeiros Voluntários de Benavente.

Anúncio

Segundo o Comandante dessa corporação, José Nepomuceno, o alerta foi dado por outros pescadores que se encontravam no local por volta das 17h30, após terem encontrado o bote onde o homem pescava tombado no açude. A corporação dos Bombeiros Voluntários de Benavente apresentou-se com 11 elementos e 3 mergulhadores, mas as buscas tiveram de ser interrompidas por volta das 21 horas, devido às más condições atmosféricas.

Segundo depoimentos recolhidos no local, a barragem de Dona Sílvia é um destino habitual para dezenas de pescadores de recreio passarem as suas tardes de fim-de-semana, e não é normal haver incidentes de maior neste local, não se tendo registado qualquer desaparecimento nos últimos anos.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Segundo declarações recolhidas no Centro Social de Foros de Almada, junto à barragem Dona Sílvia, o homem seria de nacionalidade moldava, e terá vindo de Lisboa para passar o sábado na pesca da carpa e do achigã, algo que é já uma prática usual entre a comunidade de leste que reside em Lisboa.

As buscas prosseguem amanhã, por volta das 8 horas e, para além da presença dos Bombeiros Voluntários de Benavente, foi pedido ao Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), a presença no local dos Bombeiros Voluntários de Coruche e dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos, para auxiliarem nas operações.