Três crianças portuguesas morreram este sábado, dia 1, num Acidente rodoviário na região de Zamora, em Espanha, quando o carro em que seguiam colidiu com um camião que transportava pneus. As vítimas viajavam com um adulto e outra criança que sofreram ferimentos, de acordo com Agência EFE. O acidente ocorreu ao quilómetro 482 da estrada nacional 122, uma das principais rotas de muitos portugueses emigrados em França a caminho de Portugal.

A viagem iniciada em França, e que tinha como destino Portugal, foi interrompida quando eram 10h40 em Espanha (menos uma hora em Lisboa) próximo da povoação de Cerezal de Aliste, no noroeste de Espanha.

Publicidade

O veículo em que seguiam os quatro portugueses e ainda uma menor de nacionalidade francesa embateu de frente com um camião, ficando totalmente destruído e irreconhecível. Três crianças, dois rapazes e uma menina, de quatro, oito e 12 anos, tiveram morte imediata.

O adulto, de 35 anos e condutor do automóvel de marca Opel Zafira, sofreu ferimentos graves e está internado nos cuidados intensivos do hospital local com prognóstico grave. Também a menina de 13 anos foi encaminhada para a mesma unidade hospitalar, mas com ferimentos ligeiros, estando a ser assistida pelo departamento de pediatria e não corre risco de vida.

De acordo com o governo de Zamora, a menor de nacionalidade francesa era amiga das crianças portuguesas, com quem vinha passar uns dias de férias. Apesar do aparatoso acidente, o condutor do camião, cuja nacionalidade não foi revelada, não sofreu quaisquer ferimentos.

O acidente causou um incêndio nos veículos que depois se propagou a uma zona de pasto contígua e obrigou à intervenção dos bombeiros. Até ao momento, as autoridades espanholas ainda não divulgaram as causas do acidente, que aconteceu numa zona de recta e em condições de boa visibilidade.

Publicidade
Os melhores vídeos do dia

Para prestar socorro às vítimas no local, foram enviados elementos da Guardia Civil, várias corporações de bombeiros, várias ambulâncias de suporte básico de vida e ainda um helicóptero.

Esta é a altura do ano em que mais portugueses emigrados em França escolhem para tirar um período de férias e regressar a Portugal. O automóvel continua a ser o meio de transporte preferido para fazer a viagem e a estrada nacional 122 uma das mais procuradas. As autoridades portuguesas têm emitido vários alertas aos condutores e têm ainda vindo a reforçar operações de segurança junto aos postos fronteiriços para prestar auxílio aos emigrantes que já percorreram milhares de quilómetros.