Anúncio
Anúncio

Na madrugada do dia 11 de outubro, em Aguiar da Beira, no distrito da Guarda, Pedro Dias terá baleado mortalmente Carlos Caetano, um militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) e um civil (Luís Pinto). Na mesma altura outro militar e uma civil foram baleados e ficaram feridos com gravidade.

O alegado responsável pelo banho de sangue em Aguiar da Beira é o homem mais procurado neste momento em Portugal e foi visto hoje em Arouca. Na tarde de hoje (16 de outubro), em Moldes (Arouca), aproximadamente pelas 13.30 horas, sequestrou e agrediu um casal de idosos que se preparava para sair de casa para ir almoçar com o filho. O filho alertou a Guarda Nacional Republicana (GNR) após verificar que a carrinha dos pais não estava à frente de casa e que estes não apareciam.

Anúncio

A GNR deslocou-se de imediato ao local, tendo logo encontrado o casal amarrado e amordaçado. As vítimas informaram então que lhes tinha sido roubado uma carrinha. O fugitivo terá também levado alguns mantimentos. A carrinha é uma Opel Astra, de cor branca, com a matrícula 98-57-EA

Posteriormente, o casal de idosos foi transportado ao Centro de Saúde daquela freguesia para serem assistidos.

A GNR tem já cortados todos os acessos a Moldes e está em campo uma enorme operação policial que visa procurar o homicida de Aguiar da Beira. Também as estradas de acesso à Serra da Freita e à Serra da Senhora da Hora foram cortadas.

Tanto a GNR como a Polícia de Segurança Pública (PSP) fazem buscas minuciosas.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Todo um dispositivo foi montado na região de Arouca, distrito de Aveiro, e foi lançado um alerta em toda a região Norte para localizar a viatura roubada onde poderá viajar o suspeito pelos homicídios em Aguiar da Beira. A viatura foi dada como desaparecida próximo de Arouca, a cerca de 60 quilómetros do Porto.

Quem eventualmente avistar este homem não deve tentar uma aproximação, mas sim avisar de imediato o 112.

Entretanto, já pelas 18 horas, a GNR de Vila Real terá lançado um alerta. Pedro Dias teria sido reconhecido na viatura roubada e teria escapado a uma patrulha da GNR à entrada dessa cidade, tendo também ali sido montada uma caça ao homem.

Provavelmente estará a tentar passar a fronteira e ir para Espanha.

Anúncio

As autoridades espanholas já foram alertadas e estão de sobreaviso. O homem é considerado muito perigoso e estará fortemente armado.

Pedro Dias já anda fugido há 6 dias. Uma verdadeira caça ao homem está montada. As autoridades não desistem e a árdua missão de o localizar e capturar continua.