Uma violenta colisão frontal entre dois automóveis manchou de sangue a Estrada Nacional 18 (EN18) no concelho de Beja. O trágico acidente ocorreu neste domingo à noite, próximo da localidade de Penedo Gordo. Duas pessoas, um jovem de 26 anos e uma mulher de 51, morreram no local, enquanto uma terceira vítima, um jovem de 27 anos, foi transferido com lesões consideradas graves para a unidade de Saúde, onde faleceu pouco tempo depois. Há o registo, ainda, de mais dois feridos, um homem de 46 anos e um jovem de 25, que se encontram hospitalizados em Beja e em Lisboa, respectivamente.

O alerta chegou ao Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, da Autoridade Nacional de Protecção Civil, às 21h33 deste domingo, 10 de Junho, dando conta de uma colisão entre dois automóveis, na EN18, que liga Beja a Ervidel (Aljustrel), próximo da localidade de Penedo Gordo.

Aquele troço da estrada nacional teve de ser cortado à circulação rodoviária, nos dois sentidos, para facilitar as operações de socorro que envolveram cerca de três dezenas de operacionais auxiliados por 14 veículos dos bombeiros, Instituto Nacional de Emergência Médica e Guarda Nacional Republicana, incluindo um helicóptero e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM.

As causas do violento acidente são desconhecidas, estando a ser apuradas pelo Núcleo de Investigação de Crimes de Acidentes de Viação da Guarda Nacional Republicana, cujos militares estiveram no local para recolha de vestígios e elementos de prova, que poderão ajudar a esclarecer em que circunstâncias ocorreu a colisão. Contudo, tudo leva a crer que um dos automóveis entrou em despiste tendo embatido frontalmente contra o outro veículo que viajava em sentido contrário.

Os melhores vídeos do dia

Nuno Rato, de 26 anos de idade, residente em Selmes, no concelho da Vidigueira, e Maria Custódia Gonçalves, de 51 anos, residente em Penedo Gordo, concelho de Beja, não resistiram aos ferimentos e o óbito foi declarado, no local, pelo médico da VMER. José Oliveira, de 27 anos, foi transportado em estado de emergência, com ferimentos graves, para o Hospital José Joaquim Fernandes da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, em Beja, onde viria a falecer pouco tempo depois.

Para a mesma unidade hospitalar foi transportado com ferimentos um homem de 46 anos, marido de Maria Custódia, bem como um jovem de 25 anos, de nacionalidade romena e residente em Selmes. No entanto, devido às lesões sofridas, este viria a ser transferido para ao Hospital de S. José, em Lisboa.