Portugal somou 36 prémios nos “World Traves Awards”, considerados como os óscares do turismo. As distinções resultam de uma votação, a nível mundial, a cargo de cidadãos em geral e milhares de operadores de turismo e de viagens. A atribuição dos prémios decorreu durante uma gala realizada em Atenas, na Grécia.

Depois de, em final do ano passado, ter sido distinguida como melhor destino mundial para escapadinha numa cidade, a capital portuguesa recebeu agora, e mais uma vez, o prémio como o melhor destino citadino da europa e melhor porto de cruzeiros. Por sua vez, o arquipélago da Madeira foi distinguido como melhor destino insular.

Já os Passadiços do Paiva, no concelho de Arouca (Porto), foram galardoados como melhor para turismo de aventura. Destaca-se, ainda, o prémio de melhor organismo oficial de turismo europeu, atribuído ao Turismo de Portugal.

Segundo o jornal Público, ao conquistar o prémio de melhor cidade destino da europa, deixou para trás algumas cidades de renome, como Barcelona, Paris, Roma, Londres, Veneza e Amesterdão. Para tal, contribuiu o prestígio e a excelência da oferta turística, que tem registado um crescimento nos últimos anos. Um prémio que, na opinião do director-geral da Associação Turismo de Lisboa, “é histórico” e que coloca a capital portuguesa nos patamares de qualidade, aspirados por outras cidades europeias. Ou seja, um “orgulho” que coloca Portugal nas principais opções dos turistas mundiais, como considera Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, adiantando que os prémios conquistados atestam que o mundo vê o nosso país como um exemplo.

Os melhores vídeos do dia

De acordo com o Governo Regional da Madeira, o arquipélago foi distinguido como o melhor destino insular da europa, tendo sido o palco escolhido para receber, no próximo ano, a gala dos “World Travels Awards”. A secretaria regional do Turismo e Cultura aproveitou para enaltecer o prémio atribuído à Madeira, pelo terceiro ano consecutivo, tendo também sido atribuído em 2013 e 2014. Em Dezembro do ano passado, a Madeira tinha sido distinguido, igualmente, como o melhor destino insular do mundo.

A secretária regional do Turismo e Cultura dedica o reconhecimento a toda a população do arquipélago madeirense, bem como a cada um dos agentes turísticos que trabalham todos os dias para consolidar a “diferença, qualidade e identidade” da Madeira. Dos 36 prémios atribuídos a Portugal, encontram-se várias unidades hoteleiras, localizadas em diversas regiões do país, bem como a TAP Air Portugal, que também foi premiada como melhore companhia aérea da Europa para a África e para a América do Sul.