Santo Tirso, Trofa e Vila Nova de Famalicão disseram sim a Marcelo Rebelo de Sousa no dia das eleições presidenciais 2016. A mobilização a favor do candidato vencedor foi transversal a estes três concelhos vizinhos. Os tirsenses, segundo a Santo Tirso TV, deram 51,76% (17.771 votos) a Marcelo Rebelo de Sousa, 23,85% (8.188) a Sampaio da Nóvoa, 9,44% (3.241) a Marisa Matias, 5,81% (1994 ) a Maria de Belém,4,19% (1438) a Vitorino Silva, 1,95% (671 ) a Edgar Silva, 1,69% (581) a Paulo de Morais, 0,71% (245) a Henrique Neto, 0,34% (117 ) a Jorge Sequeira e 0,26% (90) a Cândido Ferreira. O sol deu um ar da sua graça em dia de eleições, mas, mesmo assim, muitos eleitores optaram por engrossar a abstenção (51,2%) a nível nacional e não exerceram o seu dever cívico.

Aliás, a abstenção tornou-se na segunda mais elevada de sempre para Eleições Presidenciais.  

Pelos caminhos do Norte de Portugal, no concelho da Trofa (Porto) houve um boicote na freguesia de Muro por causa do metro que ainda não chega à Trofa. De qualquer das formas, os resultados ditaram Marcelo Rebelo de Sousa com 57,55% (9673 votos), seguido de António Sampaio da Nóvoa com 20,03% (3367), na terceira posição aparece Marisa Matias 7,87% (1322),na quarta posição surge Vitorino Silva 5,62% (944), Maria de Belém 4,15% (698), Paulo de Morais 1,98% (333), Edgar Silva 1,52% (255), Henrique Neto 0,61% (103), Jorge Sequeira 0,43% (73) e Cândido Ferreira 0,24% (40).    

Em terras de Camilo, Vila Nova de Famalicão (Braga), o candidato Marcelo Rebelo de Sousa obteve um bom resultado, 55,6% (36833 votos). Já Sampaio da Nóvoa com uma ligação sentimental à freguesia de Cabeçudos, mais concretamente, à Quinta de Boamense, conseguiu 23,39% (15499 votos). Marisa Matias voltou a firmar a terceira posição no concelho famalicense 8,64% (5725), Maria de Belém 4% (2648), Vitorino Silva 3,77% (2497 votos), Edgar Silva 1,71% (1136), Paulo de Morais 1,63% (1077), Henrique Neto 0,67% (441), Jorge Sequeira 0,38% (252) e na ultima posição Cândido Ferreira com 0,21% (142).

Os melhores vídeos do dia

Neste “braço de ferro”, entre os votantes e os não votantes, a abstenção deixou a nível nacional a sua marca 51,2%.

Note-se ainda que Vitorino Silva foi, como seria de esperar, o candidato mais votado na sua freguesia natal, Rans (Penafiel), tendo dado conta disso mesmo no telefonema de parabéns a Marcelo Rebelo de Sousa.

Nos três concelhos nortenhos, S. Tirso, Trofa e Vila Nova de Famalicão tivemos a oportunidade de tomar o pulsar da situação, quer próximo das Assembleias de voto, quer nos cafés, e registamos um certo desencanto com “a política e os políticos”. A uma pergunta nossa a um cidadão, se já tinha votado a resposta não tardou: “prefiro ir ao futebol, são todos iguais, nada vai mudar”. No entanto, também apanhamos quem já tivesse exercido o seu dever cívico “claro, já votei, estou de consciência tranquila”.

O Jornal de Notícias lembra que o próximo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é o quinto presidente eleito após o 25 de Abril, tem 67 anos e é de Celorico de Basto (Braga), onde venceu com 81,9%.

No discurso de vitória, disse que “o Presidente da República é o primeiro a querer que o Governo governe com eficácia e sucesso”. O país deste recanto à beira mar plantado que têm ligada à sua história poetas, escritores e navegadores, está expectante quanto ao futuro da “navegação”. Depois de duas eleições muito próximas, as legislativas e as presidenciais, agora é tempo de acreditar.