A Autoridade Portuguesa do Medicamento (Infarmed) anunciou esta quarta-feira a remoção de 20 medicamentos genéricos do mercado, na sequência das recomendações da Agência Europeia do Medicamento (EMA), devido a problemas detetados em ensaios clínicos. Foi na passada sexta-feira que a EMA recomendou a remoção de centenas de medicamentos genéricos do mercado, dos quais 64 estão disponíveis para comercialização em Portugal.

Esta quarta-feira a Infarmed anunciou em conferência de imprensa, através do seu presidente, Eurico Castro Alves, a remoção imediata dos 20 fármacos, apesar de referir não há qualquer evidência de problemas associados a estes medicamentos.

Entre os 20 medicamentos constam analgésicos, anti-inflamatórios, anti-histamínicos e antidepressivos e, segundo Eurico Alves, "são medicamentos de baixíssimo consumo em Portugal".

Dos mil medicamentos analisados, a EMA recomendou suspensão de 700.

Eurico Castro Alves explicou que neste momento apenas seis países optaram por suspender de imediato os medicamentos, enquanto Portugal e outros Estados-membros da União Europeia vão retirá-los do mercado.

O Presidente do Infarmed acrescentou que "os resultados não estão em conformidade com as regras de segurança e de qualidade. O Infarmed não tem qualquer evidência, e estamos muito atentos, de que haja algum problema reportado ou risco destes medicamentos. Mas demos uma instrução às empresas que detêm essas autorizações em Portugal para recolherem os medicamentos e aguardarem até à decisão final, que é da competência da Comissão Europeia".

Na recomendação elaborada pela EMA é explicado que nas inspeções realizadas por esta entidade foram detetadas falhas nos procedimentos adotados pela GVK Biosciences (BIO GVK), na condução dos seus ensaios clínicos.

Os melhores vídeos do dia

Uma das falhas detetadas, e talvez a mais grave denunciada pela agência francesa do medicamento, passou pela falsificação de eletrocardiogramas durante a condução de alguns dos estudos. Fundada em 2001, a BIO GVK é uma das principais organizações de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Ásia.