Ao longo dos últimos meses, a autarquia montijense tem levado a cabo um conjunto de projetos que contemplam a recuperação e a requalificação de alguns dos seus espaços municipais. Neste âmbito, a Câmara Municipal do Montijo encontra-se a desenvolver obras de recuperação nas Piscinas Municipais e na Quinta do Saldanha. O próximo mês de outubro marcará assim a reabertura destas infraestruturas que deverão espelhar uma imagem renovada. Os utentes montijenses mostram-se ansiosos face à revelação dos resultados destes investimentos.

Piscinas Municipais

As Piscinas Municipais, utilizadas diariamente por inúmeros residentes do concelho, já há muito que precisavam de ver restaurada a sua cobertura, bem como os restantes componentes em betão armado que integram este edifício.

Neste momento, e segundo o site da autarquia, aposta-se na substituição das telhas translúcidas em poliéster e ainda das telhas de fibrocimento por materiais que consigam ser mais eficientes no que diz respeito à poupança energética.

Esta operação, que terá um custo de cerca de oitenta e oito mil euros, espera garantir melhores condições de utilização deste espaço aberto ao público desde 1992. Embora estas não sejam as primeiras obras de manutenção e beneficiação deste espaço, a presente reabilitação e recuperação das Piscinas Municipais é um dos projetos que a autarquia apresentou ao quadro de financiamento comunitário “Portugal 2020”.

Quinta do Saldanha

Nesta mesma linha, com o objetivo de manter e conservar as propriedades municipais, a Câmara Municipal montijense encontra-se a realizar obras na Casa Senhorial da Quinta do Saldanha.

Os melhores vídeos do dia

Apostando também na substituição da cobertura desta área, que já se encontrava bastante danificada, esta intervenção representa um investimento superior a quarenta mil euros.

A colocação desta nova cobertura irá permitir o reforço do isolamento térmico do edifício, oferecendo assim melhores condições face ao funcionamento dos serviços instalados neste local. Deste modo, tanto a Universidade Sénior, como o Centro Local de Aprendizagem do Montijo da Universidade Aberta, irão beneficiar de uma maior qualidade estrutural.

Adianta ainda referir que a Quinta do Saldanha, um conjunto edificado no século XVI, já sofreu várias reconstruções, visto ter sido alvo do terramoto de 1755. Pertencendo à Câmara Municipal do Montijo desde os anos 80, esta quinta já tinha sido requalificada em 2002.