Foi um domingo fatal para dois portugueses que transportavam uma carga de laranjas, depois de o camião onde seguiam ter caído de um viaduto, em plena AP-1, perto da localidade de Briviesa, norte de Espanha, perdendo ambosa vida em resultado doAcidente. Os dois portugueses tinham saído da região do Algarve com esta carga, estando a atravessar aquela região do norte espanhol, masnão chegaram ao destino.

O alerta foi dado pouco depois das 05:30 (hora de Madrid), quando um camião em chamas foi avistado por populares, caído num dos viadutos da AP-1, ao quilómetro 40, com várias caixas de laranjas espalhados ao redor da viatura. Os Bombeiros de Burgos deslocaram-se ao local, mas já só encontraram a viatura destruída pelo fogo, com os dois ocupantes já sem sinais de vida. A viatura efectuava um transporte de laranjas como mercadoria, e embora não sejam conhecidas as causas, fonte dos bombeiros daquela localidade adiantaram à imprensa que o sono terá sido a causa do acidente, com motorista e ocupante a adormecerem, causandoo aparatoso acidente.

As autoridades espanholas recorreram a auxílio de reboques para evacuar o camião, caído numa zona em pista de terra, que passava por baixo do viaduto. Esse momento foiregistado por um dos trabalhadores da empresa de reboques, mostrando o grave aparato do acidente, que ceifou a vida a dois trabalhadores portugueses. Para além da dificuldade do terreno, o tamanho do camião e a enorme quantidade de mercadoria transportada dificultaram em muito as acções de limpeza por parte das autoridades.

Não se sabendo o nome das duas vítimas, foi porém avançado pela agência Lusa, queo presidente da junta da freguesia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima, terá reconhecido uma das vítimas, informando que é um homem natural daquela freguesia, com 38 anos, mas que estaria a viver no Algarve. Ainda não foi possível apurar qualquer informação sobre a outravítima deste aparatoso acidente. A AP-1 acabou por ficar cortada ao trânsito por mais de seis horas, retomando a sua normal circulação pelas 13:30 (hora de Madrid).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo