Foi no passado dia 13 de Novembro que o Facebook apresentou as novas alterações aos Termos e Políticas de Privacidade. Com o objetivo de "ajudar a obter a experiência" que o utilizador desta famosa rede social procura, o Facebook criou três principais tópicos que ajudam a perceber melhor como o Facebook se comporta em relação ao que "O que os outros veem sobre ti", "Como as outras pessoas interagem contigo" e "O que vês".

Publicidade
Publicidade



Através destas novas alterações, vai ser possível esclarecer como o utilizador recebe informações de localização de lojas, restaurantes ou da proximidade de amigos na zona onde se encontra.

A realização de compras através da rede social é também um projeto em desenvolvimento, através da inserção do botão de compra em alguns países. Tem como objetivo tornar as transações mais convenientes e seguras, conforme se pode ler no comunicado da rede social.

Página dedicada à Privacidade no Facebook.
Página dedicada à Privacidade no Facebook.

Alguns anúncios apresentados perante o utilizador podem-se revelar desinteressantes e desadequados aos interesses do utilizador. Anteriormente, indicar que não os queria visualizar só era possível ser feito na versão desktop e não se verificava a alteração em todos os equipamentos móveis utilizados para aceder à conta no Facebook. A partir de agora, o utilizador tem maior controlo sobre os anúncios que lhe são exibidos, uma vez que as alterações realizadas na escolha dos anúncios são aplicadas em todos os dispositivos utilizados.

Publicidade

Além disso, o Facebook encontra-se a desenvolver uma ferramenta de preferências de anúncios, apenas disponível em países como Austrália, França, Alemanha, Reino Unido, Canadá e Irlanda.

Para além destas novas funcionalidades, a rede social tem em vista poder detectar o estado da bateria e a força de sinal de rede móvel nos dispositivos móveis dos utilizadores. A autorização do uso da localização do smartphone vai também permitir o uso de recursos opcionais, como é o caso da localização nas mensagens ou check-ins nos locais onde esteve.

Os utilizadores têm esta semana para se pronunciarem sobre estas alterações.

Leia tudo