Ao contrário do que tem sido difundido nas Redes Sociais e nos media, o famosofeeddo Instagramnão vai mudar já nos próximos dias. A conta oficial da rede socialnoTwitteranunciou, esta segunda-feira, que estão a "ouvir os utilizadores", garantindo que "nada vai mudar para já". Assim, em 140 caracteres, a plataforma de fotografias descansou os 400 milhões deusers que usam, mensalmente, a aplicação. Espera-se que a mudança ainda possa acontecer, mas não de uma forma alargada ainda este mês, tal como tem sido divulgado.

A informação sobre a alteração dofeed aconteceu no passado dia 15 de março. Nessa altura, oInstagram revelou, em comunicado, que as publicações iriam deixar de estar ordenadas por ordem cronológica. Desta forma, a página principal apresentaria as publicações que, supostamente, têm mais impacto para cada utilizador. Esta não é, porém, uma inovação nas redes sociais.

Em 2009, por exemplo,oFacebook (que detém oInstagram) introduziu esta funcionalidade no seufeed de notícias(o chamadoalgoritmo). No comunicado divulgado, a empresa revelava que os usuários apenas veem 30% do que é postado pelos amigos. Assim, com esta nova forma de apresentar as publicações, a rede social pretenderia "melhorar a experiência" ao mostrar os momentos que "importam mais". Ainda assim, e para tranquilizar todos osusers, a empresa afirmou que “todas as publicações vão continuar lá, apenas numa ordem diferente”.

Porém a mudança não foi do agrado dos internautas. Nos últimos dias multiplicaram-sepublicações,tweets e até mesmo petições contra a decisão da empresa.Como tudo fazia crer que o Instagramnão ia voltar atrás nestanova forma de apresentar as fotografias e vídeos,a maior parte dos utilizadores reservaram esta segunda-feira, 28 de março, para apelar à "ativação das notificações". Desta forma, todas as pessoas que ativem as notificações de um amigo, marca ou celebridade vão começar a receber um aviso sempre que essa pessoa (ou marca) publicar uma nova fotografia.

Recorde-se que esta opção já está disponível há algum tempo, tendo sido apenas uma forma das pessoas tentarem contornar a nova atualização daapp.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo