A socialite norte-americana Kim Kardashian e o seu marido, o rapper Kanye West, decidiram alterar os planos da sua viagem pela Arménia e deslocar-se a Jerusalém para baptizarem a pequena North de 22 meses. O baptismo terá acontecido nesta segunda-feira, dia 13 de Abril, e terá surpreendido turistas e locais que passavam pela cidade santa. O clã Kardashian deslocou-se à Arménia para uma viagem, inicialmente prevista, de oito dias. Representado por Kim, a irmã Khloe, o marido Kanye e a filha North, as Kardashian's pretendiam prestar uma justa homenagem às vítimas do genocídio que ocorreu no país durante a I Guerra Mundial, entre 1915 e 1917.

De recordar que os antepassados paternos da família são oriundos da Arménia, mas foram para os Estados Unidos da América para fugir aos massacres.

Durante esta viagem Kim aproveitou para reunir-se com o primeiro-ministro local e visitar o memorial do genocídio, que comemora no próximo dia 24 o seu 100º aniversário. Porém, esta viagem acabou por durar apenas cinco dias, sendo que o grupo dirigiu-se depois para Jerusalém.

Chegados à cidade santa, sob um aparatoso cerco de seguranças, o clã dirigiu-se à Catedral de Santiago, uma igreja cristã construída no século XII. Aqui a pequena North foi baptizada pelo arcebispo Aris Shirvanian, que foi também o seu padrinho, sendo a irmã de Kim a madrinha, numa cerimónia que durou aproximadamente 90 minutos. Parte da cerimónia foi também gravada pela equipa que está a produzir o reality show da família, para que seja transmitida no programa "Keeping Up with the Kardashians", juntamente com a anterior viagem à Arménia.

Os melhores vídeos do dia

Durante a sua viagem a Jerusalém, Kim teve ainda tempo de visitar o Muro das Lamentações, sendo que já nesta terça-feira, 14 de Abril, o grupo segue viagem para a Jordânia.

O baptizado terá ainda ocorrido depois da demonstração que Kanye deu na Arménia, em que durante um concerto improvisado saltou para dentro de um lago, sendo que todos os espectadores o seguiram, obrigando a que o rapper tivesse de ser retirado pelos seus seguranças.