Cristiano Ronaldo é o desportista mais seguido no Twitter e a 13.ª conta mais popular da rede social. Atrás de Personalidades como Justin Bieber ou Barack Obama, o português supera em muito outros atletas como Kaká (26.º), Lebron Jame (34.º) e Neymar (45.º). O único problema, diz o Diario Gol, é que 64 por cento dos 34 milhões de fãs do avançado do Real Madrid são falsos ou inactivos. Os dados foram recolhidos pelo jornal catalão com a ajuda da ferramenta especializada Twitter Audit.

Publicidade
Publicidade

Esta percentagem não implica, contudo, que CR7 tenha utilizado métodos fraudulentos, como a compra, para aumentar o seu número de seguidores.

Nos referidos 64 por cento - cerca 21 milhões de pessoas - entram também aqueles que seguiram o goleador inicialmente mas depois deixaram de utilizar a rede social. "O mais provável é que exista uma parte de seguidores inactivos e outra parte comprados", explicou ao periódico uma fonte do sector. A conta do craque madeirense é gerida pela empresa portuguesa Polaris Sport, do grupo Gestifute, propriedade de Jorge Mendes, representante do jogador.

CR7 tem 34 milhões de seguidores no Twitter
CR7 tem 34 milhões de seguidores no Twitter

Todas as mensagens são escritas em inglês e a maior parte está relacionada com interesses comerciais dos seus patrocinadores. Uma conta mais empresarial e longe do tom de proximidade com que outros jogadores, como Gerard Piqué ou Sergio Ramos, actuam na mesma plataforma.

Cristiano Ronaldo, não é, contudo, o único nesta condição. Neymar tem 60 por cento de seguidores falsos ou inactivos, Gareth Bale 47, Iniesta 50 e Benzema 47. Iker Casillas, com 75 por cento de fãs reais, é o único que fica bem na fotografia nesta análise.

Publicidade

Entre as estrelas da NBA, Lebron James tem 40 por cento de seguidores falsos e inactivos, Shaquille O'Neal 38 e Kobe Bryant apenas 22. Um dos motivos para estes números tão elevados é o facto de os futebolistas serem bastante populares no Twitter e, por isso, aparecerem no topo das sugestões de contas para seguir que a rede social disponibiliza aos novos utilizadores, quando estes se registam. Muitos deles acabam depois por deixar de utilizar o serviço de microblogging, mas continuam a contar como seguidores dessas estrelas.

A compra de seguidores no Twitter é muito mal vista entre os utilizadores da comunidade, mas é um método muito utilizado pelas celebridades. Os preços variam entre os 20 euros por um pacote de mil seguidores e os 1.800 euros para os que desejem adquirir 250 mil fãs. Além disso, portais especializados oferecem ainda a possibilidade de comprar retweets e favoritos. Um paraíso para os community managers sem escrúpulos.

Leia tudo e assista ao vídeo