Tudoaconteceu em 2013, mas foi esta semana que rebentou a polémica nas redessociais. Ana Isabel Ferreira, actriz portuguesa, terá viajado, a convite daimprensa nacional, até Cabo Verde. A viagem aconteceu em 2008, e em 2013 foiconvidada a dar uma entrevista ao programa Viagens do canal televisivo MVM pararelatar a experiência vivida no país africano. Ao ser questionada pelaentrevistadora, Ana relembra a sua ida à ilha da Boavista a convite do canalRTP1.

Depois de partilhar alguns dos sítios que teve oportunidade de conhecer,termina a contar um episódio que se passou numa noite das férias.

Conta que nessa noite foram a uma discoteca nailha, "muito pequenina dentro de uma casa e era 1 euro paraentrares". A actriz continua adefinir o espaço e diz que "tinha um cheiro característico deleslá dentro". A entrevistadora questiona-a acerca da afirmação eAna justifica-a dizendo que "eles têm muito pouca oportunidade detomar banho" e continua dizendo que "eles não tinham nem 1euro para entrar".

Estas foram as declarações polémicas que rebentaram na internet.

O programa Altos eBaixos do Canal Q foi quem descobriu estas imagens pouco recentes e as trouxe apúblico. A perplexidade dos apresentadores perante os comentários da actriz énotória, e questionam o racismo que está impresso nas palavras da entrevistada.Antes das imagens serem emitidas, a apresentadora de Altos e Baixos anuncia o excertoda entrevista de Ana Isabel Ferreira como "um dos piores momentos que jápassaram pelo programa".

Reacçõesonline

A internet nãoficou indiferente e já surgiram ondas de indignação nas redes sociais contra aactriz. O vídeo tornou-se viral e são muitos os que se têm insurgido contra oscomentários de Ana. Alguns cabo-verdianos já gravaram vídeos de resposta,reagindo de imediato às declarações polémicas. "É um insulto grave quefizeste às pessoas", diz uma cabo-verdiana num vídeo que circula pelasredes sociais. "Qual é o nosso cheiro próprio? Diz-me tu!", é uma dasquestões que deixa à actriz.

O pedidode desculpa

Ana IsabelFerreira já reagiu no seu perfil do Facebook e acusa o canal de televisão e aprodutora televisiva responsável pelos seus conteúdos, Produções Fictícias, deterem descontextualizado as suas palavras propositadamente para lhe apontarem umeventual comportamento racista. Apesar de garantir que não se pode encontrarpreconceito ou pensamento xenófobo nas suas palavras, Ana pede desculpa a todos oscabo-verdianos que tenham ficado ofendidos com o vídeo. Garante que a edição de imagem foifeita de forma mal-intencionada para atentar contra o seu bom nome, e, por isso,afirma que "irei proceder criminal e civilmente contra a produtora".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo