Jennifer Lopez pode estar em sérios problemas. A cantora teve uma "performance" atrevida, como é seu apanágio, mas em Rabat, Marrocos, no passado 29 de Maio. O concerto da cantora norte-americana de 45 anos fez parte do Festival Musical Internacional Mawazine World Rhytms, mas o primeiro-ministro marroquino, Abdelilah Benkirane, não ficou nada satisfeito. Agora, a estrela internacional até pode enfrentar uma pena de prisão.

De uma actuação de Jennifer Lopez esperam-se algumas das músicas "pop" mais entoadas no mundo, roupas atrevidas, e muita dança. J.Lo é uma das grandes artistas internacionais e tem milhões de fãs por todo o mundo.

Ao que tudo indica, o primeiro-ministro marroquino não é um deles. Jennifer Lopez teve uma performance muito atrevida, com movimentos provocantes, roupas reveladoras e muito abanar de rabo. Nas palavras do primeiro-ministro Abdelilah Benkirane, o concerto de Jennifer Lopez foi "indecente, provocante e vergonhoso".

De acordo com notícias da BBC, o líder marroquino está a tratar judicialmente este caso e já pediu à Alta Autoridade da Comunicação Audiovisual para "tomar medidas legais contra todos os responsáveis desta grave delinquência". Neste sentido, a cantora de "Booty" pode enfrentar consequências legais, e pode, inclusive, incorrer numa pena de prisão até dois anos, colocando, desde já em risco, o seu estatuto de cantora residente em Las Vegas, a começar muito em breve.

É do conhecimento geral que Jennifer Lopez é uma mulher muito sensual e transborda esta sua característica ímpar para os seus espectáculos, sempre muito arrojados. Canto e dança são duas das artes que J.Lo domina como poucas artistas e, no que concerne ao espectáculo visual, sempre acompanhada de muitos bailarinos, Jennifer dá verdadeiros "shows" em palco.

Os melhores vídeos do dia

O problema, neste caso, prende-se com as leis do país em causa. Em Marrocos, as leis são muito mais rígidas quanto ao audiovisual.

O primeiro-ministro também declarou que "o conteúdo muito sexual" da prestação da norte-americana viola as leis do audiovisual marroquinas e alega que Jennifer Lopez "perturbou a ordem pública e manchou a honra e respeito das mulheres". A comunicação social marroquina também não poupou nas críticas à cantora de origem latina, considerando que a intérprete de "Jenny From The Block" abusou nas "poses sugestivas" e estava "escandalosamente vestida".

Leis mais rígidas e Jennifer Lopez pode mesmo estar em dificuldades com a Justiça, após uma actuação mais "quente".