Taylor Swift gravou o seu videoclipe em África, mas o facto de a sua equipa de produção ede os actores serem quase todos brancoscausou uma onda de revolta nas redes sociais, mas também em muitos jornalistas norte-americanos. Segundo o site “Hollywood Life”, para muitos críticos do videoclipe “Wildest Dreams” de Taylor Swift, a cantora quis reproduzir várias cenas hollywoodescas da década de 50, porém parece ter transportado para o presente o racismo que se verificava na altura na indústria cinematográfica.

As acusações de racismo para com a cantora têm sido crescentes, levando a que o videoclipe passasse dos 10 milhões de visualizações em menos de uma semana.

Dois actores negros numa cena, bem tapados por Taylor Swift. Foi esta a representação da raça negra num videoclipe de Taylor Swift gravado em África e que contou com a presença de uma equipa de produção, actores e figuração quase toda ela branca.

Para muitos, a tentativa de reprodução dos filmes de Hollywood de 1950 foi tão perfeita que até o racismo esteve bem presente.

“O Wildest Dreams é um triângulo amoroso sobre vários colonialistas brancos que querem criar uma África fantasiada e de acordo com os sonhos de Hollywood na década de 50. A Taylor só quis fazer um pequeno vídeo de três minutos para adicionar na página do VEVO e ela fez isso da pior forma possível.

O vídeo quer reproduzir avelha Hollywood recheada de romances impossíveis, mas acaba por apenas recordar o racismo da indústria que se vivia naquela época”, escreveu a jornalista Nico Lang, num artigo de opinião para o “Daily Dot”.

De facto, o videoclipe é baseado num romance entre Taylor Swift e Scott Eastwood.Contudo, o facto de as gravações terem sido em África e de não terem praticamente representação nenhuma da raça negra está a causar uma enorme polémica.

As imagens maravilhosas e os animais selvagens do continente não faltaram no videoclipe, relembrando bem os filmes mais conhecidos da década de 50 em Hollywood, em queas equipas de actores e de produção eram praticamente todasbrancas.

O que acharam de “Wildest Dreams”? Pensam que há razões para toda esta polémica à volta de Taylor Swift? Deixem as vossas opiniões.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo