No filme Regresso ao Futuro 2,Marty McFly veio a 2015 para evitar que os filhos se transformassem em pessoas pouco agradáveis. Das previsões, o filme acertou que, a 21 de outubro de 2015 (ou seja, ontem), iriam existir clínicas de rejuvenescimento, pessoas com implantes biónicos, impressão digital como chave de segurança (em setembro, aApple anunciou oiPhone 6S com oTouch ID mais rápido de sempre), videoconferência pela Televisão, entre tantos outros.

A verdade é que o dia foi assinalado um pouco por todo o mundo, mas, por cá, não foi só isso que marcou 21 de outubro de 2015. Ontem foi o dia em que o Netflix chegou a Portugal.

Depois de muita tinta ter corrido, foi às 00h01 que ofuturo chegou a terras lusas. A partir de 7,99€ por mês, todos os utilizadores podem ter acesso a um catálogo cheio de Filmes e Séries, muitos deles com a chancela daNetflix.

Apesar de já se saberem algumas séries do catálogo (comoNarcos ouSense 8) antes da chegada oficial, a estreia do serviço em Portugal trouxe uma novidade:Orange Is The New Black (série original da plataforma). Pelo preço base, o utilizador pode ver os conteúdos em qualidadeSD e apenas num ecrã em simultâneo. Por 9,99€ já tem acesso a conteúdos emHD, podendo ver séries e filmes em dois ecrãs ao mesmo tempo.

Por fim, em troca de 11,99€, os conteúdos são em4Ke com possibilidade de ver em quatro ecrãs. Se estávai não vai para subscrever o serviço, fique a saber que o primeiro mês de adesão é totalmente gratuito, sem obrigatoriedade de fidelização.

ONetflix foi recebido, em Portugal, compompa e circunstância, tendo tido direito, inclusivamente, a umcocktail de apresentaçãonoPátio da Galé.Porém, a festa não se fez apenas por causa da chegada do serviço aPortugal.

Estepaís à beira mar plantado foi oescolhido para receber o centro de atendimento ao cliente do continente europeu (e ainda doBrasil, devido à similaridade da língua).Quanto ater formatosportugueses no catálogo,Ted Sarandos, responsável pelos conteúdos doNetflix, garante estar a falar com produtoras e canais portugueses. No que toca à quantidade de séries e filmes,Ted Sarandos eReed Hastings, co-fundador da empresa, afirmam que o catálogo vai estar em constante atualização, aproximando-se do gosto do público.Não foram revelados números oficiais, contudoos meios de comunicação portugueses garantem que, em poucas horas, o serviço foi subscrito por milhares de pessoas.

O serviço pode ser acedido através dabox daVodafone, Smart TVs, PlayStation, Xbox, Chromecast, Apple TV, leitores Blu-ray,iPhone, iPad, telefones e tablets Android, telefones e tablets Windowsou ainda em qualquer computador através do site doNetflix.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo