Ed Sheeran planeia passar o Ano Novo em território português para depois dedicar-se à sua desintoxicação. Os planos envolvem vir para Portugal depois do Natal, passar o Ano Novo e depois dedicar-se à abstinência do álcool. O cantor e escritor deixou uma mensagem aos fãs na sua conta do Instagram, que dizia o seguinte: "Olá a todos. Vou fazer uma pausa do meu telemóvel, emails e contas sociais por algum tempo. Tive um percurso maravilhoso nos últimos 5 anos, mas dou por mim a ver o mundo através de um ecrã e não através dos meus olhos. Por isso, vou aproveitar esta oportunidade de não ter que estar em lado nenhum ou fazer alguma coisa, para viajar pelo mundo e ver as coisas que perdi.

Para a minha familia e amigos, se me amam vão entender eu desaparecer por um pouco, para os meus fãs, o terceiro álbum está a caminho e é a melhor coisa que já fiz até hoje. Vejo-vos a todos no próximo Outono e obrigado por serem maravilhosos". 

Ed irá passar algum tempo em retiro, juntamente com o seu primo Jethro Sheeran. Ambos planeiam dedicar-se ao ioga e à meditação, servindo também estas férias para desintoxicarem-se do álcool. O primo de Ed disse ao Jornal britânico The Sun: "Vai ser bom para o Ed porque ele nunca fez algo deste género. Ele gosta de beber, mas não aguenta bem o álcool. Ele gosta de beber, mas ainda é muito jovem".

O artista, que tem apenas 24 anos, já bateu recordes que impressionam os mais experientes na indústria da Música

Sheeran passou por Portugal pela primeira vez em Maio de 2014, quando atuou no conceituado festival Rock In Rio Lisboa.

Os melhores vídeos do dia

O público aderiu aos milhares para ir ver o cantor de "The A Team" e "Thinking Out Loud". Os concertos de Ed são muito simples e característicos da sua personalidade. Está apenas uma pessoa em palco: Ed Sheeran. 

Com o terceiro álbum no horizonte, os fãs já podem contar com uma nova tour, que poderá vir a passar por Portugal outra vez. Entretanto, os sheereos (nome dado aos fãs de Ed Sheeran) portugueses podem ficar na esperança de encontrar o britânico pelas ruas do país.