A concorrente angolana Tucha, de 27 anos, cometeu um crime para salvar o pai. Estas revelações podem ser lidas mais detalhadamentena revista TV 7 Dias. Mas ao que foi revelado, a jovem que veio para a cidade de Lisboahá oitoanos teve de levar insulina para Angola, mesmo sendo proibido. Em Angola, o seu pai, que sofria de diabetes, não tinha insulina e precisava urgentemente do medicamento indispensável. Tucha teve de conseguir transportar a insulina até Angola para que o pai melhorasse.

Tucha e a sua história

A jovem apresentou-se no concurso na estreia de "A Casa dos Segredos 6" e desde entãotêm surgidoalgumas notícias na imprensa e redes sociais sobre a sua vida. Depois de a mãe de Tucha ter falecido, o pai afastou-se e constituiu outra família. Mas, mesmo assim, a jovem tentou de tudo para salvar o pai da doença. Opai da jovem tinha diabetes Tipo I e necessitava de tomar insulina diariamente.

EmAngola era difícil arranjar este tratamento e o pai de Tucha não o tomava há uma semana.

Na altura aconcorrente chegou a pedir receitas falsas a uma médica, mas nem assim conseguiu arranjar maneira de enviar a insulina para o país onde estava o progenitor. O seu pai estava em coma já há uma semana por não existirinsulina em Angola.

Tucha e o namorado

Foi na entrada do concurso apresentado por Teresa Guilherme que a jovem, que estuda Estética, afirmou ter namorado.

Na revista TV 7 Dias o suposto namoradodiz que já não existe qualquer relação entre os dois. Vivaldo é o jovem que namorou Tucha durante cerca de um ano, mas afirma que o relacionamento terminou em Janeiro.

A relação de ambos era boa, mas o jovem não tinha muitotempo ou disponibilidade para continuar o namoroe acabou tudo. No entender de Vivaldo, Tuchapretende uma reconciliação e terá sido por esse motivo que disse no programa que ainda tinha namorado.

Ao que parece, não há volta por parte do jovem, que afirma estar mais interessado nos seus negócios do que na relação com a concorrente de reality show da TVI.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo