Manuel Luís Goucha, apresentador do "Você na TV", arrasou o convidado da habitual crónica criminal, Brandão de Melo. Durante a conversa da manhã de quarta-feira, 5 de Outubro, o comentador culpou as vítimas de abusos sexuais que acabam abordadas por predadores. O anfitrião do programa teve queintervir em defesa das mulheres e criançasque sofrem este tipo de Crime.

Brandão de Melo aconselhou as meninas a terem muito cuidado e a defenderem-se dos atacantes.

No entanto, os comentários que se seguiram levaram Manuel Luís Gouchaa interromper. “As raparigas de 12, 13, 14 anos têm de se conter (...) Não se exibam também. Não puxem por eles [abusadores]”, proferiu o convidado, que não ficou sem resposta.

O apresentador revoltou-se com estas palavras e saiu em defesa das vítimas: "Não pode dizer a uma jovem ou a uma mulher que não se exiba para eles, desculpe lá!".

Para Goucha, "o homem é que tem de ter discernimento suficiente para não se deixar tentar! A culpa não é da mulher! Isso é uma desculpa! (...) A mulher pode andar como quiser!". O colega de Cristina Ferreiranão permite que utilizem a expressão "a mulher pôs-se a jeito" para justificar os atos de abusos de índole sexual e acrescenta que os homens têm quesaber resistir.

No centro da discussão estava a notícia de uma menina de 12 anos que sofreu uma tentativa de rapto à porta da escola, na cidadede Setúbal.

O homem de 29 anos abordou a vítima e, através da violência, tentou que esta entrasse no carro. A criança conseguiu resistir e pedir ajuda, fazendo com que o predador desistisse da intenção de raptar a menina. O caso aconteceu em junho deste ano, mas só agora a polícia descobriu a identidadedo suspeito que estava referenciado pelas autoridades. O homem, casado e pai de uma criança de quatro anos, está relacionado comoutros casos de rapto e abuso sexual de menores.

A "crónica criminal" do programa das manhãs "Você na TV", na TVI, é um espaçoonde se discute sobre os vários crimes que acontecem em Portugal e no mundo. Conta, diariamente, com a participação de dois convidados (ex-agentes policiais, advogados ou psicólogos).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo