Mundialmente conhecido e com bastante sucesso, o formato deste programa está outra vez a dar que falar no mundo da televisão. Foi através do 4º canal da televisão portuguesa que este concurso apareceu pela primeira vez, em 2000. Vinte anos depois, o concurso regressa aos ecrãs com novas ideias e com grandes surpresas. Desta vez, o "Big Brother 2020" vai contar com participantes de todas as idades, pois as inscrições estão abertas a idades mais abrangentes. Ainda não se sabe a data de estreia, mas as notícias deste regresso já dão que falar através das redes sociais, onde as opiniões são variadas.

As novidades desta edição

Foi através de um anúncio televisivo que os telespectadores ficaram a conhecer algumas novidades desta nova edição de "Big Brother". Como é do conhecimento público, a habitual apresentadora deste formato tem sido Teresa Guilherme, mas a apresentação desta nova edição ainda não foi divulgada. Voltará a conhecida apresentadora casamenteira ao grande concurso da TVI? Manuel Luís Goucha foi falado como o possível apresentador, mas o mesmo já desmentiu e diz que não vai apresentar "BB2020".

A grande surpresa, desta vez, é a desigualdade de gerações que vão participar neste programa, pois as idades de participação vão dos 18 aos 80 anos de idade. Será uma surpresa ver como se vão habituar a conviver as várias gerações e a diferença de costumes de vida dentro da mesma casa.

Os portugueses que são fãs do formato estão ansiosos para saber a data de estreia e conhecer as novas caras deste concurso polémico. O logótipo do programa, como sempre, é um olho, e nesta edição a imagem está um pouco mais colorida e divertida. A data para a estreia está prevista para os primeiros seis meses de 2020.

Edições anteriores

Desde a primeira edição de "Big Brother" que o programa trouxe uma revolução para a televisão portuguesa.

Os concursos deste género, o "reality show", invadiram a televisão em geral no seguimento do sucesso da primeira edição. Com muitos portugueses a ambicionarem participar neste formato, tornou-se popular o objectivo de ter fama ou ganhar dinheiro através do formato de realidade televisionada. Grandes nomes de vencedores ainda hoje são vistos nos ecrãs, pois tornaram-se conhecidos e continuaram na vida da televisão – uns actores, outros apresentadores, outros preferem continuar a sua vida anónima e sem dar muito a conhecer a sua vida depois do programa.

A TVI, que lançou um apelo à inscrição, está à procura de pessoas "divertidas", de todos os sexos, "jovens, menos jovens", verdadeiras, que inspirem quem os vai ver e acima de tudo pessoas "reais". As inscrições estão a decorrer através do site do canal de Queluz de Baixo.

Mais uma vez, a expectativa por este concurso de vida real está a invadir o quotidiano dos telespectadores e seguidores deste famoso programa que dá que falar.

Não perca a nossa página no Facebook!